REVIEW: Legacies - 1ª Temporada

DestaqueNotíciasReviewsSéries

REVIEW: Legacies – 1ª Temporada

 

Com o final de The Originals (TO) em agosto de 2018, os fãs da obra criada por Julie Plec na TV e baseada nos livros de L.J Smith ficariam órfãs. Para não deixar o universo sobrenatural que foi iniciado em The Vampire Diaries (TVD) morrer, Legacies chega para construir novas histórias em Mystic Falls e trazer referências e nostalgias com base nas séries anteriores. Iniciada dois anos depois dos acontecimentos finais de “TO“, a série é protagonizada por Hope Mikaelson (Danielle Rose Russell), filha do maior vampiro original de todos os tempos: Klaus Mikaelson (Joseph Morgan).

A sua 1ª temporada foi encerrada no mês de abril nos Estados Unidos e você pode conferir sem spoilers a crítica completa da trama a seguir.

Legacies aborda a existência da Escola Salvarote para jovens superdotados criada em TVD por Caroline Forbes (Candice Accola) e Alaric Saltman (Matthew Davis). Com o objetivo de ajudar essas crianças e adolescentes a controlarem e usarem devidamente os seus poderes, o roteiro convida Hope, Alaric Saltman como diretor da escola, as gêmeas Josie e Lizzie (Kaylee Bryant e Jenny Boyd), Landom (Aria Shahghasemi), Rafael (Peyton Alex Smith) e outros novos personagens, a enfrentar as novas ameaças que aparecem na cidade da maneira mais anticonvencional possível, nutridos para serem as melhores versões de si mesmos. Personagens mais conhecidos do público como Matt Donovan (Zach Roerig), Jeremy Gilbert (Steven R. McQueen) e Jo Parker (Jodi Lyn O’Keefe) também fazem participações na trama.

O programa seria um presente para os fãs de TVD e TO se os roteiristas não tivessem esquecido que os fãs dessa saga cresceram. Pode até ser proposital a tarefa de atingir um novo público, mas vale destacar que se não fossem as pequenas referências aos shows anteriores eu não teria embarcado nesta maratona até o fim. Com uma trama 100% adolescente, não me surpreende se Legacies acabar virando a nova queridinha do público teen, já que suas referências são leves e o programa pode ser acompanhado por quem não assistiu as séries que a antecederam.

Logo de início em seus primeiros episódios a série consegue entregar uma grande mistura de elementos sobrenaturais, porém, elementos que já foram usados em todas as séries de TV adolescentes. Em um plot só, Legacies tem um pouco de tudo: bruxas, lobisomens, vampiros e híbridos, tríbidos, medusa, árvore que fala e quando você acha que já viu de tudo aparece um dragão em uma tentativa frustrada de referência a Game Of Thrones. Então, nãoLegacies não só faz ligações com os outros programas de Julie Plec, ela também não se esquece das outras sagas queridas da cultura pop, mas falha na execução exagerada. Na Escola Salvatore temos o quadribol de Harry Potter com uma mistura do lacrosse de Teen Wolf e muitos elementos da mitologia grega para nos fazer lembrar de Percy Jackson. E precisava disso? Não.

Um dos pontos positivos dentro destes 16 episódios da temporada são as participações e citações aos personagens queridos das sagas anteriores que enchem o coração dos fãs de amor. Há um memorial em homenagem a Stefan Salvatore, aparição da filha de Elena e Damon e um cenário incrível que deixa espaço para aquela nostalgia boa dos Gilberts, Salvatores, Lockwoods, Mikaelsons e tantos outros que fizeram parte de mais de oito anos desta geração sobrenatural.

The Originals foi o primeiro spin-off da franquia e exibiu a sua última temporada no início de 2018. Já The Vampire Diaries começou a ser exibida em 2009 e obteve a sua 8ª e última temporada no ar em 2017.

Alguns personagens da trama merecem destaque. As gêmeas Josie e Lizzie interpretadas por Kaylee Bryant e Jenny Boyd fizeram um excelente trabalho de atuação ao demonstrar suas diferenças de personalidade e os desafios que precisam enfrentar por isso. A próxima temporada trará momentos intensos e decisões importantes para as irmãs gemini e a maldição de sua família.

Relacionamentos amorosos também tiveram muito espaço durante a temporada. Apesar dos problemas apresentados na trama serem resolvidos, houve muito tempo de tela para formação de casais e dramas desnecessários.

Sem originalidade, a 1ª temporada exagera ao criar monstros absurdos que já haviam sido criados e apresentados em outras séries de TV. Mesmo se tratando de um spin-off, Legacies peca ao fazer pequenas referências aos seus programas de origem ao inserir easter eggs de outros shows e exagerando na construção de suas próprias fantasias.

Legados (nome em português), chega na Warner Channel Brasil em 22 de maio, às 23h40. Já a segunda temporada ainda não possui previsão marcada.

 


product-image

Legacies - 1ª Temporada

6.5