Hoje, às 23hrs, vai ao ar a 76ª edição de um dos maiores eventos da televisão e do cinema e o primeiro da chamada “Gala Season”, a temporada de premiações de Hollywood. O Golden Globes Awards acontecerá em Beverly Hills, Califórnia, e os anfitriões da noite serão Sandra Oh (Killing Eve) e Andy Samberg (Brooklyn 99).

Confira os principais indicados mais populares entre o público.

CINEMA:

A Star Is Born (Nasce Uma Estrela)
Considerado por muitos o melhor remake do título, o longa surpreendeu a audiência e a crítica com a boa direção do ator Bradley Cooper e principalmente pela atuação de Lady Gaga como a cantora aspirante Ally.
Indicações:
Melhor Filme de Drama
Melhor Diretor (Bradley Cooper)
Melhor Ator em Filme Dramático (Bradley Cooper)
Melhor Atriz em Filme Dramático (Lady Gaga)
Melhor Canção Original (“Shallow”)

BlacKkKlansman (Infiltrado na Klan)
Do diretor Spike Lee, a trama gira em torno do policial negro Ron Stallworth (J.D. Washington), que tenta se infiltrar na Ku Klux Klan para expor seus integrantes. O longa já havia faturado o prêmio Grand Prix no Festival de Cannes.
Indicações:
Melhor Ator Coadjuvante em Cinema (Adam Driver)
Melhor Ator em Filme Dramático (J.D. Washington)
Melhor Filme Dramático
Melhor Diretor (Spike Lee)

Black Panther (Pantera Negra)
Apesar de ter tido menos indicações, o longa baseado nas HQs da Marvel foi um dos maiores sucessos de 2018. Em “Black Panther”, T’Challa (Chadwick Boseman) volta para casa como rei de Wakanda, mas encontra sua soberania desafiada por um adversário de longa data em um conflito que tem consequências globais. O filme também se destaca pela sua importância na representação negra no cinema.
Indicações:
Melhor Filme Dramático
Melhor Trilha Sonora Original
Melhor Canção original (“All the Stars”)

Bohemian Rhapsody
A trajetória da lendária banda dos anos 1970, o Queen, foi tão bem recebida que se tornou o maior filme biográfico do cinema. O destaque é a atuação de Rami Malek como Freddie Mercury, que lhe rendeu elogios da crítica.
Indicações:
Melhor Filme Dramático
Melhor Ator em Filme Dramático (Rami Malek)

Vice
Apesar de não ter estreado no Brasil, é o filme com mais indicações ao Golden Globes deste ano. “Vice” é um filme biográfico de comédia dramática escrito e dirigido por Adam McKay. O longa é estrelado por Christian Bale como Dick Cheney. A obra mostra Cheney na sua luta para se tornar o mais poderoso vice-presidente da história da América.
Indicações:
Melhor Ator Comédia ou Musical (Christian Bale)
Melhor Diretor (Adam McKay)
Melhor Filme (Comédia ou Musical)
Melhor Roteiro
Melhor Ator Coadjuvante (Sam Rockwell)
Melhor Atriz Coadjuvante (Amy Adams)

TELEVISÃO:

The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story

A segunda temporada da série criada por Ryan Murphy recebeu 4 indicações ao Golden Globes. A trama segue os passos Andrew Cunanan (Darren Criss), até o serial killer assassinar o designer Gianni Versace (Édgar Ramírez). Murphy se baseou no livro “Vulgar Favors: Andrew Cunanan, Gianni Versace, and the Largest Failed Manhunt in U.S. History”, de Maureen Orth para contar a história.
Indicações:
Melhor Atriz Coadjuvante em Televisão (Penélope Cruz)
Melhor Ator Coadjuvante em Televisão (Édgar Ramírez)
Melhor Minissérie ou Filme Feito para TV
Melhor Ator em Minissérie ou Filme para Televisão (Darren Criss)

The Americans (Os Americanos)
A produção da FX conseguiu em seu último ano de exibição 3 indicações. Sempre muito elogiada, a série tem como cenário a Guerra Fria na década de 1980, e conta a história de Elizabeth (Keri Russell) e Philip Jennings (Matthew Rhys), dois agentes soviéticos da KGB que se fazem passar por um casal americano a viver nos subúrbios de Washington D.C.
Indicações:
Melhor Série Dramática de TV
Melhor Atriz em Série Dramática (Keri Russell)
Melhor Ator em Série Dramática (Matthew Rhys)

Homecoming
Uma das maiores surpresas positivas de 2018 foi a série estrelada por Julia Roberts, sendo um sucesso de público e crítica. “Homecoming” segue Heidi Bergman, uma ex-assistente social do Centro de Apoio à Transição de Boas-Vindas, uma instalação de propósito especial para soldados que estiveram em conflitos. O objetivo da instalação é ostensivamente para ajudar os soldados na transição para a vida civil, mas a razão pela qual eles precisam dessa ajuda não é clara.
Indicações:
Melhor Série Dramática de TV
Melhor Atriz em Série Dramática (Julia Roberts)
Melhor Ator em Série Dramática (Stephan James)

Sharp Objects (Objetos Cortantes)
Esse suspense psicológico americano, baseado no romance de estreia de Gillian Flynn, é estrelado por Amy Adams como Camille Preaker, uma repórter emocionalmente perturbada que retorna à sua cidade natal para cobrir os assassinatos de duas meninas.
Indicações:
Melhor Minissérie ou Filme Feito para TV
Melhor Atriz Coadjuvante em Televisão (Patricia Clarkson)
Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para TV (Amy Adams)

Killing Eve
A produção baseia-se na série de romances “Codename Villanelle”, de Luke Jennings, e desenvolvida para a televisão por Phoebe Waller-Bridge. Em “Killing Eve”, Eve Polastri (Sandra Oh), uma funcionária do MI5, começa a perseguir a talentosa assassina psicopata Villanelle (Jodie Comer), enquanto as duas mulheres ficam obcecadas uma com a outra.
Indicações:
Melhor Série Dramática de TV
Melhor Atriz em Série Dramática (Sandra Oh)

The Handmaid’s Tale
Considerada uma das melhores séries dos últimos anos, a produção ganhou uma segunda temporada em 2018 que, assim com a primeira, foi bem sucedida entre o público e a crítica. Na última temporada os destaques foram Elisabeth Moss como June e Yvonne Strahovski como Serena. A produção se baseia nos livros de Margaret Atwood e conta a história da distopia de Gilead, uma sociedade totalitária que foi anteriormente parte dos Estados Unidos. Enfrentando desastres ambientais e uma taxa de natalidade em queda, Gilead é governada por um fundamentalismo religioso que trata as mulheres como propriedade do estado. Como uma das poucas mulheres férteis restantes, Offred (Elisabeth Moss) é uma serva na casa do comandante, uma das castas de mulheres forçadas à servidão sexual como uma última tentativa desesperada para repovoar um mundo devastado.
Indicações:
Melhor Atriz em Série Dramática (Elisabeth Moss)
Melhor Atriz Coadjuvante em Televisão (Yvonne Strahovski)

Quais são seus favoritos para vencer a premiação? Conte para a gente!

Aquaman ultrapassa a marca dos 100 milhões de reais nas bilheterias brasileiras

Ver Notícia Anterior

“Golden Globe Awards”: Relembre os momentos mais marcantes da premiação de 2018

Próxima Notícia

Sugestões de posts para você :D