Resenha: Alex Strangelove – Séries em Cena
  /  Cinema   /  Resenha: Alex Strangelove

Resenha: Alex Strangelove

Que filme fofo. Acabei de entregar o que achei desse filme assim, logo de cara. Mas não importa quantas vezes eu tentei, eu simplesmente não consegui começar esse texto sem falar isso. “Alex Strangelove” é um dos mais novos filmes originais da Netflix, que veio nessa nova onda que começou com “Com Amor, Simon” e “Call Me By Your Name” de fazer filmes sobre a temática queer mais comuns para os consumidores de cinema mainstream. E embora “Alex Strangelove” não seja um filme para cinema, ele também tem sua importância para esse meio.

Esse é um projeto extremamente simples, que conta a história do Alex Truelove (Daniel Doheny) em seu processo de “descobrir” e finalmente aceitar sua sexualidade. O filme faz isso de uma forma divertidíssima, com um roteiro muito bem humorado que explora de forma natural a complexividade da sexualidade e de toda a situação envolvida no que se refere ao tão famigerado evento que todas as pessoas da comunidade Queer é obrigado a passar; a “saída do armário”.

Esse filme traz uma estética que lembra um pouco aquelas séries infanto-juvenis da década de 90 e dos anos 2000, com animações que aparecem na tela e com metalinguagens muito interessantes e inteligentes. É incrível de se ver também como todo o elenco se encaixou tão bem dentro daquele universo, que para algumas pessoas pode até parecer um pouco caricato, mas que consegue adereçar muito bem situações que acontecem de verdade.

O maior feito desse filme, na minha opinião, foi o relacionamento dos protagonistas Alex Truelove (Daniel Doheny) e Claire (Madeline Weinstein), que começaram seu relacionamento como amigos e isso foi evoluindo até que chegaram ao ponto em que o filme se desenvolve, com os dois namorando. A relação dos dois é uma das coisas mais lindas que tem em todo esse projeto pois mesmo depois de corações partidos, desilusões que que eles tiveram, a amizade e a vontade de ver o outro feliz é o que prevalece e é o que mais emociona aqui.

Eu não estou aqui para te dizer que esse é o filme do ano, nem que essa é uma obra prima da 7ª arte, mas se você tiver tempo, assista a Alex Strangelove e veja o seu coração derreter de felicidade com uma das histórias de amor mais fofas e sinceras que é lançada em muito tempo. O filme produzido pelo Ben Stiller (de Uma Noite no Museu) já está disponível mundialmente na Netflix.

Review
4
Alex Strangelove